Contratações para escolas chumbadas pelo PS

0 / 95

A maioria socialista no parlamento açoriano chumbou um projeto de resolução do Bloco de Esquerda (BE) que recomendava ao governo a revisão do rácio de atribuição e a contratação urgente dos assistentes operacionais e assistentes técnicos necessários ao funcionamento das Unidades Orgânicas do Sistema Educativo Regional.

Segundo António Lima, deputado do BE, “a falta de funcionários não-docentes e a falta de renovação dos quadros é um sério problema do sistema educativo público regional”.

“São recorrentes as notícias e queixas de pais e alunos relativas ao problema da falta de assistentes operacionais e assistentes técnicos, tendo até existido casos noticiados em que escolas não abrem atempadamente e que os horários são prejudicados em função dessa escassez de funcionários”, sustentou, num diploma que mereceu a concordância dos restantes partidos da oposição.

O BE pretendia ir ainda mais longe, ao defender o reforço até ao final do ano letivo de 2019/2020, a dotação de pessoal não docente nas unidades orgânicas, de forma a garantir uma correta dotação de assistentes operacionais em todos os estabelecimentos de educação e ensino públicos, integrando-os na carreira com vínculo público efetivo.

Para Avelino Menezes, secretário regional da Educação, a proposta bloquista não fazia sentido, até porque “o pessoal afeto às escolas é o adequado”.

17.06.2020


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *