Furacão Lorenzo: Danos em infraestruturas portuárias no Pico ascendem a 17,7 milhões de euros

0 / 151

Depois de ter apresentado os custos globais dos prejuízos provocados pelo Furacão Lorenzo no arquipélago, calculados em cerca de 330 milhões de euros, o presidente do Governo dos Açores elencou, no parlamento açoriano, e por ilha, os principais danos.

Na ilha do Pico, e ao nível das infraestruturas portuárias, os estragos mais avultados verificaram-se no molhe de proteção do porto das Lajes e também no porto da Madalena, cujos prejuízos, nos dois portos, ascendem a mais 17,7 milhões de euros.

Os prejuízos mais significativos foram registados nas Flores, mais de 220 milhões de euros. Segue-se o Porto de Ponta Delgada, com cerca de 33 milhões de euros e Horta, com danos calculados em cerca de dez milhões de euros.

Há também estragos significativos em Santa Maria, 19 milhões de euros e Terceira, cinco milhões.

15.10.2019


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *