Açores vão integrar Observatório da Macaronésia para as Alterações Climáticas

0 / 66

O arquipélago dos Açores vai integrar o Observatório da Macaronésia para as Alterações Climáticas. Nesta altura a constituição deste novo organismo está em fase de preparação, envolvendo uma parceira entre os Açores, as Canárias, Madeira e Cabo Verde.

Segundo Marta Guerreiro, secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, que falava na apresentação do Programa Regional para as Alterações Climáticas (PRAC), o projeto já foi submetido ao programa Interreg Mac 2014-2020.

Marta Guerreiro recordou que os Açores contam, desde 2011, com uma Estratégia Regional para as Alterações Climáticas, que tem vindo a ser implementada e que ganha outra expressão e dimensão operativa através do programa agora aprovado no parlamento açoriano.

“O Programa Regional para as Alterações Climáticas é um instrumento que reúne um conjunto diversificado de iniciativas, algumas já previstas noutros documentos, mas com a aposta num conjunto amplo de medidas inovadoras, exigentes, ambiciosas e integradas, enquanto compromisso com o futuro, não só da Região, mas da Humanidade”, frisou a governante, acrescentando que “neste sentido, o PRAC constitui-se como um programa setorial de ordenamento do território e apresenta elevada relevância estratégica”.

Marta Guerreiro anunciou ainda que o governo regional apresentou já uma candidatura ao Programa LIFE da União Europeia, tendo em vista garantir o financiamento para a implementação de diversas medidas e ações do PRAC.

“Se o mesmo for aprovado, como acreditamos que seja, conseguiremos um investimento superior a 65 milhões de euros nos próximos dez anos na implementação do PRAC, nos âmbitos da adaptação e mitigação”, salientou.

12.09.2019


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *