PO 2019: PSD vota contra e diz que documentos “não melhoram” a vida dos açorianos”

0 / 38

Para o PSD/Açores, o Orçamento proposto pelo governo socialista “não enfrenta o grave problema da pobreza na região e não merece a nossa concordância”. Segundo Luís Maurício, presidente do Grupo Parlamentar do PSD no parlamento açoriano, o voto contra dos social democratas deve-se ao facto destes “documentos não melhorarem a vida dos Açorianos”.

O PSD traçou um cenário negro da atual situação da região, recordando que três em cada dez açorianos sobrevive num patamar considerado de pobreza e que mais de sete por cento da população dos Açores socorre-se do Rendimento Social de Inserção para “tentar sobreviver”.

Entre as propostas de alteração que os social democratas já entregaram na mesa, destaque para a redução do IVA de 18 para 16 por cento em dois anos, fixar o preço da gasolina em menos 16 cêntimos por litro que no continente e menos nove cêntimos no gasóleo e a criação de um cheque consulta no valor correspondente ao custo da consulta no setor privado.

Em relação à SATA, o PSD propôs a alienação da participação social indireta que a região detém na SATA Internacional até ao limite que assegure a sua sustentabilidade e que o governo promova um estudo sobre a privatização da companhia, apresentando esse mesmo estudo ao parlamento açoriano e ao Conselho Económico e Social.

29.11.2018


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *