BE defende passe que junte transporte marítimo e terrestre nas ilhas do Triângulo

0 / 42

O Bloco de Esquerda insiste na defesa da criação de um passe social intermodal para as ilhas do Triângulo – que permita o acesso ao transporte marítimo e aos autocarros por um preço mais acessível – e quer saber porque razão o Governo Regional ainda não implementou esta medida que estava prevista no Plano Integrado de Transportes.

Em comunicado, o BE salienta que o volume de passageiros que viajam entre as ilhas do Triângulo justifica a criação de um passe social intermodal, que permita o acesso a um plano coordenado que integre os transportes coletivos marítimos e terrestres, que garanta a articulação com os horários laborais e cujos custos de aquisição constituam uma poupança em relação aos preços atuais.

O BE avançou com um requerimento ao parlamento açoriano, onde sustenta que com a criação do passe social intermodal a Região estará a promover a utilização de transportes coletivos – contribuindo para uma melhoria significativa na vida das pessoas que fazem a travessia entre as ilhas do Triângulo – e a fomentar uma boa prática ambiental.

02.10.2018


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *