RTP chumba “janela” do parlamento

0 / 236

O presidente do Conselho de Administração da RTP afastou qualquer possibilidade da inclusão de um Canal Parlamento na grelha de programação da RTP/Açores. Ouvido pela Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho da Assembleia Regional, no âmbito do Projeto de Resolução que propõe a criação do Canal Parlamento/Açores, apresentado pelo CDS-PP e pelo PPM, Gonçalo Reis disse que a “pretensão não é possível de realizar”, sugerindo que o parlamento açoriano faça um modelo semelhante à Assembleia da República que criou um canal próprio distribuído na rede TDT.

A posição de Gonçalo Reis foi, contudo, contrária à assumida pelo Conselho de Opinião da RTP, segundo o qual “a possibilidade de os eleitores poderem escrutinar o trabalho dos políticos justifica a existência de um Canal Parlamento na Região”.

O conselheiro Daniel Oliveira demonstrou a sua concordância com o projeto, “considerando que o Plenário do Conselho de Opinião será unânime a esta proposta, tendo que existir uma maior adaptação também nos trabalhos da Assembleia Regional, quer em termos de controlo de tempo, quer em termos do discurso dos próprios deputados.

“Não é um problema financeiro, mas sim de vontade e que sabem que vai dar mais trabalho para se adaptarem e responderem a outros desafios”, sustentou Daniel Oliveira.

Também ouvida pela comissão, a diretora do Centro Regional da RTP/Açores, Lorina Bernardo, referiu que “a criação de um canal (Canal Parlamento) dentro de outro canal (RTP/Açores) é difícil de concretizar uma vez que a RTP/Açores não tem os devidos recursos, quer humanos, quer técnicos”.

22.01.2018

 


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *