Cofaco: BE critica postura do Governo Regional

0 / 236

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) no parlamento açoriano acusou hoje o executivo açoriano de continuar “impávido e sereno” face ao desmantelamento das instalações da Cofaco na ilha do Pico.

Durante uma interpelação ao Governo Regional sobre “Crescimento económico e criação de emprego”, apresentada pelo Grupo Parlamentar do PS, Paulo Mendes diz que em causa está o futuro de 200 famílias picoenses, solicitando ao governo a garantia de que não haverá despedimentos no Pico nem a produção da conserveira será deslocalizada. “Criar emprego em Rabo de Peixe, em São Miguel, em prejuízo da Madalena não é política de coesão”, sustentou o deputado do BE, acrescentando que “não é de estranhar o encerramento da fábrica da Madalena depois de outubro, ou seja, depois das eleições autárquicas”.

No debate, e depois de quer o PS quer o Governo Regional terem apresentados números que revelam crescimento ao nível da economia e da competitividade e consequente redução do desemprego, os socialistas foram “bombardeados” praticamente por toda a oposição que criticou, em bloco, o “autoelogio” socialista, recorrendo às inúmeras posições tomadas por diversos setores da sociedade civil que indicam precisamente o contrário, destacando-se, neste aspeto, o aumento da pobreza, as dificuldades das empresas e as crises vividas nos setores da pesca e da agricultura.

22.06.2017

 


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *