Açores, um destino europeu no meio do Atlântico

0 / 423

A proposta do Governo dos Açores para o setor do turismo até 2020 passa por uma maior afirmação do arquipélago no plano nacional e por uma aposta na marca “um destino europeu no meio do Atlântico”.

Segundo Marta Guerreiro, secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, entre os principais desafios que se colocam nos próximos quatro anos para o desenvolvimento do turismo na região está a promoção nos mercados emissores e a criação de notoriedade para o destino junto dos potenciais consumidores, principalmente nos mercados externos, onde ainda subsiste um manifesto desconhecimento relativamente aos Açores e ao seu enorme potencial como região de captação de fluxos turísticos.

No que diz respeito às ilhas do Grupo Central, a aposta vai centrar-se no enoturismo, reforçando-se, paralelamente, o incentivo ao segmento natureza, que envolve, entre outros, a procura pelos passeios pedestres, o whalewatching e birdwatching.

O Governo pretende manter a realização de eventos âncora, em todas as ilhas do arquipélago, em especial os de cariz de natureza que têm levado os Açores a grandes níveis de notoriedade internacional nos últimos anos, como os ligados ao surf, mergulho, canyoning, trail run, e realizar o I Encontro de Turismo para o Trade Regional, com o intuito de apresentar e estreitar relações com o setor intermediário, operadores turísticos e agentes de viagens.

18/11/2016

 


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *