Esquerda chumba regime jurídico das Festas do Espírito Santo

0 / 601

11.05.2016

PS, PCP e BE chumbaram o projeto de Decreto Legislativo Regional, entregue por um grupo de cidadãos, que preconizava o Regime Jurídico de Apoio ao Mordomo, Comissão das Festas, Império e Irmandade na preparação e realização das Festas Tradicionais e Populares do Culto do Espírito Santo.

O documento, que teve os votos a favor dos partidos de direita, PSD, CDS-PP e PPM, defendia apoios financeiros aos mordomos e às festas, a isenção de pagamento que quaisquer taxas da administração regional e dispensa de funções dos mordomos.

A iniciativa, que obteve ainda o parecer positivo da Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores, “corria”, segundo o secretário regional da Educação, Avelino Menezes, “o risco de politização das manifestações populares e que podia levar ao seu desaparecimento”. “Quem quer festa, paga”, sustentou Avelino Menezes.

Do lado dos partidos que apoiaram a iniciativa, choveram críticas em relação à postura governamental, surgindo mesmo referências em relação aos apoios que o executivo açoriano dá aos bailinhos de Carnaval e marchas populares e que agora recusou às festas do Espírito Santo.

 


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *