Portos dos Açores garante qualidade da água

0 / 929

Os resultados das análises às águas do mar no Porto da Madalena do Pico, efetuadas por iniciativa da Portos dos Açores, na sequência da concentração anormal de algas no Porto Velho desde o último trimestre de 2015, indicam que as águas estão próprias para banhos com base nos parâmetros microbiológicos. Desta forma, sublinhou a empresa pública em comunicado, está afastada a suspeita de contaminação das águas no interior daquela infraestrutura portuária onde, como havia sucedido pela última vez há já mais de cinco anos, se têm registado quantidades anómalas de macroalgas e que têm vindo a ser recolhidas com meios contratados pela administração portuária e com o apoio de outros organismos públicos.

A recolha de amostras ocorreu no passado dia 8 de janeiro, por uma empresa acreditada pelo Instituto Português de Acreditação e, com base nas mesmas, foram analisados diferentes variáveis, sendo os resultados apurados dez vezes inferiores aos valores limite dos parâmetros microbiológicos estabelecidos, nos termos da legislação relativa à gestão da qualidade das águas balneares.

De acordo com a Portos dos Açores, está prevista a monitorização da qualidade das águas, com uma periodicidade mensal, para os parâmetros físico-químicos, a fim de serem controlados os níveis de matéria orgânica em decomposição no mar dentro do Porto Velho, certificando-se que os resultados agora apurados se mantêm e que as águas estão em níveis seguros.

Por outro lado, está a ser preparada a realização de análises à qualidade do ar na zona afetada, cujo trabalho de campo deverá ocorrer no Porto da Madalena ainda esta semana, implicando a vinda específica para os Açores de equipamentos técnicos que não existem no arquipélago.


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *