Indemnizações aos sinistrados de São Miguel Arcanjo rondam um milhão de euros

0 / 901

A Câmara Municipal de São Roque do Pico já concluiu o processo conducente à atribuição de indemnizações às famílias desalojadas pelas derrocadas na zona de São Miguel Arcanjo, no verão de 2014. A autarquia espera agora celebrar um contrato com o Governo Regional para fazer face a este processo com um custo global de cerca de um milhão de euros.

Mais de 30 pessoas ficaram desalojadas na sequência das derrocadas e ano e meio depois, a Câmara Municipal concluiu o processo burocrático de avaliação dos imóveis interditos à habitação e as respetivas indemnizações.

Por razões de segurança e desde junho de 2014, as pessoas sinistradas permanecem em casa de familiares e outros alojamentos providenciados pelo Governo Regional e pela própria autarquia. Mark Silveira, presidente da Câmara Municipal de São Roque do Pico, sublinhou que o processo agora concluído foi pacífico.

Quando à zona afetada, em São Miguel Arcanjo, a mesma deverá permanecer interdita ao trânsito automóvel e pedonal, sendo considerada zona de risco.

 


Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *